sábado, 16 de outubro de 2010

Tumores ósseos

Os tumores ósseos são proliferações de células anormais nos ossos. Os tumores ósseos podem ser não cancerosos (benignos) ou cancerosos (malignos). Os não cancerosos são relativamente comuns, enquanto os cancerosos são raros. Os tumores ósseos também podem ser primários – tumores (não cancerosos ou cancerosos) que se originam no próprio osso – ou metastáticos – cânceres originados em outros locais do corpo (p.ex., mama ou próstata), os quais, a seguir, propagam-se ao osso. Nas crianças, a maioria dos tumores ósseos cancerosos é primária e, nos adultos, quase todos os tumores são metastáticos.

A dor óssea é o sintoma mais comum desse tipo de tumor. Além disso, pode ser observada uma massa ou uma tumefação. Algumas vezes, um tumor, principalmente se ele for canceroso, acarreta enfraquecimento do osso e acarreta sua fratura com pouca ou nenhuma sobrecarga (fratura patológica). Um indivíduo que apresenta uma articulação ou um membro persistentemente doloroso deve ser submetido a um estudo radiográfico. No entanto, as radiografias somente revelam a presença de uma anormalidade, sem indicar se o tumor é não canceroso ou canceroso. um procedimento cirúrgico (biópsia incisional aberta) para se obter uma amostra adequada para diagnóstico. O tratamento imediato, o qual pode incluir uma combinação de drogas, cirurgia e radioterapia é extremamente importante para os tumores cancerosos.