domingo, 14 de novembro de 2010

Osteocondrose

Osteocondroses (Sinônimos: Osteonecroses, Necroses Avasculares).

A palavra “Osteocondrose” quer dizer “morte do osso”. É um grupo diverso de doenças de causa desconhecida, caracterizado pela interrupção do afluxo de sangue aos centros primários e secundários de ossificação, dos ossos afetados. Ao nascimento, o esqueleto é constituído principalmente por cartilagem, um tecido mais macio que é substituído com o passar do tempo por um tecido mais mineralizado e resistente, o osso. Esta substituição começa em locais específicos dentro de cada osso, que são chamados "centros de ossificação".

O que é?
A osteocondrose refere-se ao processo associado com a perda de fornecimento de sangue ao centro de ossificação dos ossos, e sua substituição posterior por tecido reparador do osso. A dor é o sintoma principal destas doenças.
O diagnóstico é confirmado através de exames radiológicos ou outros exames de imagem. As radiografias mostram, sequências de fragmentação ("ilhas" dentro do osso), colapso (fratura), esclerose (aumento de densidade, o osso aparece "mais branco" nas imagens) e, frequentemente, re-ossificação (formação de novo osso) com reconstituição do contorno ósseo.
Embora possa parecer uma doença séria, é bastante comum em crianças e, com a possível exceção de envolvimento extenso dos quadris, tem um prognóstico excelente. Algumas formas de osteocondroses são tão frequentes que são consideradas "variantes normais" de desenvolvimento do osso (por exemplo a doença de Sever).
Outras síndromes podem ser incluídas nas síndromes de sobre-utilização (doenças de Osgood-Schlatter e Sinding-Larsen-Johansson).