quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Fratura de Colles



Definição:

Uma ruptura nas extremidades de ambos os ossos do antebraço. A fratura de Colles resulta no deslocamento da mão para trás e para fora em relação ao punho.

Considerações gerais:

A fratura de Colles é uma ocorrência comum entre as crianças e os idosos e acontece quando a vítima cai para frente e tenta amortizar a queda usando as mãos. O impacto da mão contra o solo e o aumento repentino do peso do corpo sobre o punho provocam o curvatura forçada das extremidades do rádio e da ulna logo acima do punho.

No raio X a fratura pode aparecer como um aumento moderado de densidade na área superior do osso, com uma leve irregularidade na superfície, em vez de uma linha suave. As lesões graves mostrarão evidências da fratura por toda a extensão do osso.


O tratamento pode variar desde a imobilização simples com tala ou tipóia até a colocação de um de gesso leve de fibra de vidro. Caso a imobilização seja insuficiente para corrigir a fratura, pode ser necessária uma intervenção cirúrgica com fixação interna.

Os idosos com fratura de Colles dificilmente conseguem recuperar a mobilidade total da articulação do punho. Uma complicação posterior desta lesão é a chamada Síndrome do Túnel do Carpo. A dor crônica pode ser resultante de lesão nos ligamentos.

Causas:

A fratura está, quase sempre, associada à prática de esportes como patinação, andar de "skate", corrida ou de qualquer outra atividade na qual as mãos podem ser usadas para evitar uma queda para frente em velocidades relativamente altas.