quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Hérnia Cervical


Como na hérnia de disco lombar, na hérnia de disco cervical também ocorre um deslocamento do núcleo, a parte interna do disco intervertebral, através de uma ruptura do anel fibroso, a parte externa do disco. Na região cervical, o fragmento de núcleo que escapa de dentro do disco pode comprimir uma das raízes nervosas cervicais, ou mesmo a medula espinhal. Quando há compressão da raiz, o sintoma é uma dor forte em um dos braços, conhecida como cérvico-braquialgia. Quando há compressão da medula, pode se desenvolver um quadro mais sério, comprometendo a motricidade do corpo, chamado de mielopatia. Na maioria dos casos a hérnia de disco pode ser tratada com medicações para reduzir a dor e a inflamação do nervo, repouso relativo e fisioterapia. A cirurgia esta indicada nos casos de compressão da medula com mielopatia, nos casos em que sofrimento da raiz nervosa é muito intenso, e quando não há melhora com o tratamento clínico. Existem diferentes técnicas cirúrgicas para o tratamento das hérnias de disco cervical, mas o mais comum é a retirada do disco com artrodese cervical.