sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Encondroma




Tumor intra ósseo benigno, composto de tecido cartilaginoso bem diferenciado.
É o tumor mais comum que afeta os ossos da mão e do pé ( mais de 60% nos 1/3 médio e distal dos metacarpos e no 1/3 proximal das falanges). Também afeta ossos tubulares longos ( fêmur e úmero ) e a pelve.

  • geralmente diafisário, raramente metafisário.
  • lesões múltiplas possíveis ( doença de Ollier ou encondromatose, síndrome de Maffucci ) com transformação maligna em 20% dos casos.
  • mais comum entre os 20 e 40 anos de idade, sem predileção de sexo.
Etiologia


Ocorre o deslocamento do tecido cartilaginoso da placa de crescimento durante o desenvolvimento. Os tumores são pequenos, de aparência lobulada e composta de cartilagem hialina. Tem crescimento lento.


Achados Radiológicos

  • destruição óssea bem definida, sem esclerose marginal significativa;
  • típicas calcificações puntiformes, semelhantes a pipoca dentro da lesão;
  • possivel crescimento expansível;
  • leves erosões corticais ("serrilhado") podem estar presentes;
  • deve-se suspeiar de uma transformação malígna quando houver afilamento cortical, crescimento rápido com áreas puramente líticas adjacentes à região calcificada e acometida dos tecidos moles.
Objetivo do exame

  • extensão da lesão;
  • risco de fraturas;
  • características de transformação maligna ( condrossarcoma );
  • distinção de outros tumores ósseos.