quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Necroses Avasculares

As necroses avasculares são também conhecidas como necroses assépticas, infartos ósseos
ou osteonecroses que decorrem de alterações na circulação vascular óssea, por meio da
interrupção direta da circulação ou de circunstâncias subjacentes associadas, que levam a
um comprometimento vascular indireto. Os fatores de risco incluem corticoterapia, tabagismo,
alcoolismo, lúpus, anemia falciforme, coagulopatias, pancreatite crónica, radioterapia
entre outros. Radiologicamente as necroses avasculares se caracterizam por redução
volumétrica óssea, associada à esclerose e à irregularidades corticais. Na RM verificam-se
áreas de edema ósseo nas fases agudas e intenso hipossinal nas fases tardias, relacionada
com as áreas de esclerose pela morte do tecido ósseo. Os principais sítios de osteonecroses
são descritos a seguir:
Semilunar do carpo ou doença de Kienbock.
• Tuberosidade da tíbia ou doença de Osgood-Schlater.
• Navicular do tarso ou doença de Kohler.
• Apófise do calcâneo ou doença de Sever.
*Epífise da cabeça femoral ou doença de Legg-Perthes.
• Escafoide do carpo.
• Cabeça do segundo ou terceiro metatarso ou infração de Freiberg.